• Creio

100 anos do Nascimento de S. João Paulo II

Uma coluna na história moderna da Igreja de Cristo.

Karol Wojtyla nasceu no dia 18 de maio de 1920 em Wadowice, Polônia. Quando havia apenas 08 anos, perdeu a mãe, e aos 20 ficou órfão também de pai (tempos de guerra). No dia 01 de novembro de 1946 foi ordenado sacerdote e sucessivamente se formou em Filosofia e Teologia. Foi consagrado Bispo em 13 de janeiro de 1964, sendo promovido Arcebispo de Cracóvia e, três anos depois, foi feito cardeal. No dia 16 de outubro de 1978 é eleito Papa, sucedendo Joao Paulo I. Poderíamos criar uma série de estudos sobre Joao Paulo II, visto a grandiosidade de sua obra e das suas biografias (mais de 30, traduzidas nas principais línguas). Detenhamo-nos no essencial:

É o primeiro Papa polonês, após quase 450 anos na qual a Igreja foi guiada ininterruptamente por papas italianos que confirmaram uma gestão centralizada e romanista da Igreja de Cristo. Este homem santo de Deus teve o segundo pontificado mais longo da história da Igreja, exatamente 26 anos, 05 meses e 16 dias. Atrás apenas de Pio IX, 31 anos de Pontificado. O seu carisma original aliado à sua profunda humanidade, humildade e seu jeito de gerir e guiar a barca de S. Pedro, o rendeu sem sombra de dúvidas, um dos pontífices mais estimados e queridos da história moderna.

Um papa missionário, durante o seu pontificado visitou 129 países, conhecendo a grande maioria das Igrejas particulares do Orbe Católico. Esteve no Brasil por 04 vezes, sendo 03 delas oficiais e uma delas, porém, permaneceu apenas no aeroporto, quando ia para a Argentina em 1982, onde fez um rápido discurso durante a escala de seu voo no Rio de Janeiro. Com a Encíclica Redemptoris Missio (1990), potencializou a missão missionária e universal da Igreja de Cristo, focalizando nos temas da "urgência da atividade missionária" e da "validade permanente do mandato missionário"

Um papa mariano, a famosa frase Totus tuus Mariae ( Tudo teu Maria) sintetiza todo o seu amor e devoção filial a Mae de Deus e nossa, Maria Santíssima. Consolidada na Encíclica Redemptoris Mater (1987) e Rosarium Virginis Mariae (2002), sobre a devoção por meio do Santo Rosário.

“O Rosário é a minha oração predileta. Oração maravilhosa! Na simplicidade e na profundidade… Recitar o Rosário nada mais é senão contemplar com Maria o rosto de Cristo”. “Nunca como no rosário o caminho de Cristo e o de Maria aparecem tão profundamente unidos. Maria só vive em Cristo e em função de Cristo!”

No aspecto político, além de ser um grande comunicador, foi de fato um construtor de pontes (do latim Pontifex), estabelecendo um diálogo de diplomacia e paz nos países comunistas do leste europeu.

Do ponto de vista doutrinal e organizativo, a Igreja deu grandes passos com Joao Paulo II, sobretudo com as publicações do novo Código de Direito Canônico (1983) e do novo Catecismo da Igreja Católica (1992).

Foi proclamado Santo pelo Papa Francisco, somente nove anos após a sua morte. Nesta manhã o Papa Francisco rezou a sua última missa em streaming pelo Vatican News, direto do altar dedicado a S. J. Paulo II na Basílica Vaticana. Em sua homilia citou o Salmo responsorial (Sl.149), “O Senhor ama o seu povo” e o povo de Israel “quando o Senhor enviava por este amor, um profeta, um homem de Deus”, dizia “O Senhor visitou o seu povo, pois o ama”. E o mesmo dizia a multidão que seguia Jesus: “O Senhor visitou o seu povo”. E hoje podemos dizer: Há cem anos o Senhor visitou o seu povo, enviou um homem, o preparou para ser Bispo e guiar a sua Igreja. Na conclusão de sua homilia destacou o seu amor a justiça plena! Um homem que queria a justiça, a justiça social e a justiça dos povos, a justiça que acaba com as guerras. Por isso S. Joao Paulo II foi um homem da misericórdia, pois justiça e misericórdia caminham juntas, não se distinguem, estão juntas: Justiça é justiça, misericórdia é misericórdia, mas uma sem a outra não se encontra.

Fontes:

Andrea Riccardi,"Giovanni Paolo II santo. La biografia"

Joseph Ratzinger, "Giovanni Paolo II , il mio amato predecessore".

Vatican News https://www.vaticannews.va/it/papa/news/2020-05/papa-francesco-messa-cento-anni-giovanni-paolo-coronavirus.html

0 visualização

©2020 por Danilo Guedes