A aula da vida em tempos de pandemia

Dra. Graciete Cardoso

“Não permitais que o vosso coração se preocupe.

Acreditem em Deus, acreditem também em mim.” (Jo.14, 1-3)


As palavras de Jesus confirma em nós a sua presença, que não é indiferente aos nossos medos e angústias pelo que estamos vivendo nesses tempos de grandes desafios que a terrível pandemia nos trouxe! Fomos, inacreditavelmente pegos de surpresa por um vírus que chegou como um furacão nas nossas vidas e no planeta, nos deixando desorientados diante de nossos próprios medos internos e externos. Exigindo de nós atitudes e comportamentos as vezes incompreensíveis, difíceis de aceitar, exigindo uma certa “distância forçada” daqueles que amamos, um isolamento social como meio de prevenção, tirando de nós tantas certezas do cotidiano, levando embora coisas simples que tínhamos esquecido o valor, a preciosidade dos momentos de encontro com o outro, da presença, do abraço, do beijo, do toque, enfim…Diria quase um tempo apocalíptico para muitos que se encontravam dentro do doce ninho da normalidade do cotidiano.

Em meio a todo esse cenário de escuridão, quero propor um novo olhar diante dessa tempestade que a vida nos apresenta. Um olhar de esperança e fé. De nada adianta partilhar conteúdos que desperta o medo e a ansiedade nos outros. Chega de negatividade! Pode e existe um outro horizonte para seguirmos e vencermos, um outro farol de luz que nos guie diante dessa realidade tão assustadora…Talvez um olhar capaz de transformar o caos em oportunidade de crescimento, de mudanças, de aprendizado. Sim!

A vida hoje nos está dando uma aula, cabe a nós nos colocarmos diante dela como aprendizes. É a vida nos pedindo um respiro, uma parada para encontrar aquilo que realmente é essencial e cheio de significado para nossa existência.

Que tal tentarmos olhar esse momento escuro com uma ótica de sabedoria, de fé e de um jeito diferente? Que tal buscar outras formas de enfrentar essa batalha contra a angústia, solidão, medos sem perder o brilho nos olhos? Eu diria como aprendizes e a vida como nossa grande escola, nos impondo um aprendizado interior necessário. O que a aula da vida nos apresenta hoje?

Então vamos lá. Acredito que essa “distância forçada” pode ser uma grande oportunidade para repensar nossas relações. O que é possível transformar dentro de você? Nas suas relações, na sua convivência familiar, na relação com os seus amigos, com você mesmo e com Deus? A distância como ausência imprevista de alguém pode nos impulsionar a entender o significado das relações na nossa vida. Por exemplo, aquilo que nos faz sentir falta, que nos revela o rosto da saudade é o que dá sentido e significado no modo de relacionarmos com o mundo. A aula da vida hoje nos ensina uma coisa muito simples, que não basta um instrumento digital para adentrarmos no profundo e real significado da presença daqueles que amamos, mas que é preciso o encontro, estar juntos, partilhar, é necessário o toque, o abraço, o sorriso, o olhar nos olhos, viajar pela beleza da presença do outro, pela grandeza da relação que vai muito além do que podemos entender.

O que a aula da vida ainda pode nos ensinar em meio ao caos da pandemia?

Que simples gestos nos fazem muita falta. Não sabemos como vai ser daqui a alguns dias ou meses, mas nada adianta compartilhar mensagens que desperte o medo, a angústia, a ansiedade. Não adianta compartilhar conteúdos que podem paralisar a nossa capacidade de reagir positivamente diante das dificuldades, que causam aquele peso no coração. Por isso, convido você a refletir sobre o que podemos fazer de diferente para que quando tudo isso passar possamos olhar para essa fase da vida como aquela pessoa que encontrou o verdadeiro equilíbrio interior.

Que possamos ser como aquela pessoa que encontrou em Deus a força para seguir em frente com calma, fé e coragem, que possamos lembrar desse momento surreal como aquela pessoa que deu passos além do problema e ajudou os outros com palavras e gestos solidários. Sim! Esse é o grande momento para aprender na aula da vida, que esta pandemia não pode vencer a luz interior que carregamos dentro de nós. A aula da vida nos ensina que devemos pegar nossa própria vida nas mãos e direcionar para um propósito. A vida nos pede um respiro, uma parada para olharmos para dentro de nós mesmos e ao nosso redor. A aula da vida em tempos de pandemia nos convida a olhar para nosso irmão de um jeito diferente, nos ensina a sermos mais solidários com o outro. Depois de uma dramática tempestade, a chegada de um novo dia é sempre certeza para aqueles que acreditam que Deus não nos deixa sozinho.

…e Jesus disse: “Sou eu. Não tenham medo” ( João 6, 20)

Assim como Jesus foi ao encontro dos discípulos na barca, hoje Ele vem ao nosso encontro. Ele está no barco conosco e nos diz: Não tenham medo! A aula da vida nos ensina que é necessário cuidar das emoções para sermos livres interiormente, pois esse é o único lugar onde não podemos ser prisioneiros.

Vamos aproveitar essa oportunidade para renascer. Reinventar os dias tristes, usar as perdas, as tristezas, os medos, as angústias para construir e reconstruir aquilo que o vírus não pode destruir que é a nossa FÉ em Deus, que renova as nossas forças e nos dá coragem para enfrentar qualquer batalha, a confiança no seu amor, na sua misericórdia que nos sustenta.

Vai ser fácil? Não. Não vai. É preciso e necessário sair dessa ótica de escuridão para se encontrar com o Mistério de luz que nos habita. É preciso e necessário a coragem para pegar nas mãos a nossa própria vida e dar um novo significado. Não vamos conseguir sozinhos, mas com a força que vem de Deus! É preciso ter fé e começar a dar pequenos passos juntos. Que tal começar agora mesmo? A vida é tão breve para não ser vivida intensamente. Então… Desligue um pouquinho a televisão e ligue para alguém que você ama e diga o quanto ela é especial. Partilhe palavras de coragem com aqueles que precisam, seja presença de luz na vida dos outros, cultive bons sentimentos, sorria com aqueles que estão nesse momento com você…Enfim.

O futuro com certeza não será o mesmo depois da pandemia, mas sobretudo depois da grande lição que a vida está nos proporcionando. A aula da vida nos ensina o poder da presença, da solidariedade, do abraço, do rosto da saudade, a força do toque e o mistério infinito que habita dentro de nós. Escolha a vida! Escolha ganhar o coração do outro e não dar tanto valor para a ignorância daqueles que pensam que SABEM tudo.

Na escola da vida em tempos de pandemia somos todos frágeis aprendizes.

Fonte: Artigo original escrito no Blog pessoal da autora.

33 visualizações

©2020 por Danilo Guedes