• Creio

A Espiritualidade da Corrida

“Corramos com perseverança a corrida que nos é proposta”. (Eb.12,1)

Por Danilo Guedes SDB

Quando comecei correr há alguns anos, tinha como objetivo inicial a perda peso e definição muscular, com o tempo, constatei que esta motivação não me satisfazia, e busquei integrar a corrida como elemento indispensável do meu cotidiano, o que me fez descobrir na corrida um modo de viver profundamente minha espiritualidade cristã e salesiana. Compartilho com vocês o meu itinerário e as motivações por detrás que me fizeram seguir em frente.

Disciplina: O domínio de si mesmo é fundamental, porém se trata de um processo que não nasce de um dia para o outro, é preciso foco e determinação, comecei com pequenos objetivos diários (de 02 a 03km por dia), 03 vezes por semana. Estabeleça também um tempo específico reservado exclusivamente para isto, o ideal é que seja ao menos 01 hora dedicada aos exercícios físicos. Quando o grande Apóstolo S. Paulo faz referência aos atletas (1Cor.9,25), faz referência à disciplina, um fator elementar de qualquer treinamento, e associa a corrida ao caminho da vida (completei a corrida 2Tm.4,7). A disciplina nos qualifica em combater o “bom combate da vida”. A palavra desqualificado vem do grego αδοκιμοσ [adokimos] que significa: não resistindo a teste, não aprovado e falso.

Pois “Todo atleta em tudo se domina; aqueles, para alcançar uma coroa corruptível; nós, porém, a incorruptível.” (1 Co.9,25).

Local: Evite correr em esteiras, prefira espaços abertos e de preferência naturais, pois o deslocamento físico nos ajuda a sairmos da nossa zona de conforto, do nosso “mundo” e dos nossos egoísmos, possibilitando assim a integração do corpo, mente e espírito com o meio físico. O contato direto com o meio ambiente é uma oportunidade de sensibilização com a natureza, que propicia a nossa conversão ecológica (Laudato si).

Aplicativos: Nike run e outros: Aplicativos de corrida, nos ajuda a sermos perseverantes, além de socializar a atividade física com a comunidade online de runners. Estabeleça metas semanais e mensais e peça a ajuda dos teus amigos para cumpri-las!

Spotify e outros: A escolha da playlist certa é quase que determinante, e deve estar de acordo com teu objetivo específico. Uma música mais ritmada, nos mantém sem dúvidas mais ligados e eufóricos. Porém, se teu objetivo é também espiritual e integrador, indico músicas mais tranquilas, visto que favorece a concentração e o foco. Por mais que por fora estejas correndo, no teu interior é preciso reinar a tranquilidade do domínio de si. Veja o exemplo do avião que voa na média de 890km/h, porém quando estamos dentro do mesmo não sentimos a força de tamanha velocidade, e a estabilidade nos proporciona a tranquilidade de nos sentirmos seguros.

Meditação: Leia o Evangelho do dia ou escute-o antes de correr, a fim que as palavras de Cristo possam ressoar em ti durante a corrida ou caminhada. Se costuma correr no fim do dia e frequentar a missa diária, faça o exercício de refletir as palavras de Nosso Senhor com aquelas proferidas na homilia pelo teu pároco. Conheço pessoas que como motivação para caminharem, rezam o Santo Rosário caminhando. Nada melhor que o próprio Cristo, como modelo de caminhante, junto com sua mãe Maria, que ao receber a notícia da gravidez de sua prima Isabel, dirigiu-se ao seu encontro apressadamente a pé (aprox. 150km de percurso montanhoso) – Lc.1,39.

Favorece a inteligência: Estudos feitos pela Universidade de Jyväskylä, na Finlândia comprovaram que a corrida é capaz de colaborar diretamente no aumento do número de células cerebrais. O estudo feito com ratos de laboratório observou que os animais que foram submetidos a corridas regularmente apresentaram multiplicação de neurônios.

Enfim, se você gosta de correr, ou está pensando em começar, faça desta prática uma oportunidade para potencializar a tua vida espiritual.

Gostou? Curta e compartilhe!

#espiritualidade #corrida #esporte #cultura

Fontes:

(Physical exercise increases adult hippocampal neurogenesis) https://physoc.onlinelibrary.wiley.com/doi/epdf/10.1113/JP271552


80 visualizações

©2020 por Danilo Guedes